PL que reconhece grafite como manifestação artística e autoriza, é apresentado à Câmara

grafite na coluna do minhocão, altura do Largo Pe Péricles.
Foto: janeiro/2013
De autoria do vereador Nabil Bonduki, o projeto de lei nº 840/2013 reconhece a prática do grafite como manifestação artística, e autoriza em espaços públicos e privados.

Mais importante do que reconhecimento do grafite como manifestação artística, porque isso não é mais questionável, é a sua autorização!!!
 
Reconhecer, autorizar e incentivar o grafite será de grande valia para a arte e cidade!!! Porém, 'elevar o grafite à status de obra de arte com caráter permanente', não beneficiará a arte de rua e sim um mercado.


 → leia o   projeto na íntegra  


_______________________________
do site Cidade Aberta, 27 de novembro de 2013
PL que reconhece grafite como manifestação artística é apresentado à Câmara

Na terça-feira, 26 de novembro, foi protocolado o projeto de lei nº 840/2013, de autoria do vereador Nabil Bonduki, que reconhece a prática do grafite como manifestação artística “de valor cultural, sem conteúdo publicitário, realizada com o objetivo de valorizar o patrimônio público ou privado”. 

Com a lei, os chamados “artivistas culturais”, que há tempos lutam para que sua arte seja reconhecida, estão autorizados a utilizar espaços públicos e privados, como postes, colunas, túneis, paredes cegas, tapumes de obras, entre outros, para a prática do grafite, desde que não faça referência a marcas ou produtos comerciais, ou que não contenha mensagens de cunho pornográfico, racista, preconceituoso, ilegal ou ofensivo a grupos religiosos, étnicos ou culturais. 

Quando o espaço for bem protegido, será necessário apresentar documento de aprovação emitido por órgão responsável para que o grafite seja autorizado. 

O PL leva em conta o impasse da relação entre os artistas e o poder público, já que, muitas vezes a obra é apagada, frustrando os cidadãos que admiram o trabalho e os próprios grafiteiros. 

Dessa forma, visa solucionar alguns dos problemas que marcam a rotina de quem faz arte na cidade, que muitas vezes gasta longos períodos em busca de uma autorização para, logo depois de realizada sua intervenção, vê-la apagada sem maiores explicações. 

A medida, portanto, deve conceder parâmetros para que a realização de intervenções artísticas por meio do grafite contribua para que o cotidiano da cidade fique mais alegre, colorido e humano. 

A proposta será encaminhada para tramitação em comissões específicas, deve ser votada e, se aprovada, segue para sanção. 

Confira o projeto na íntegra


>> conheça o site Cidade Aberta, do urbanista e atual vereador Nabil Bonduki   

'Esparrama pela Janela', intervenção cênica no Minhocão

da janela do 3° andar de um edifício da Rua Amaral Gurgel, coladinha ao Minhocão, o Grupo Esparrama de teatro apresenta a intervenção cênica Esparrama Pela Janela.

Em Esparrama Pela Janela qualquer semelhança com a vida real não é mera coincidência, pois parte dos integrantes do grupo reside no edifício a cerca de dez anos. “Há anos temos uma visão privilegiada da dupla ocupação que ocorre no elevado: de dia, um mar de carros que utilizam o centro apenas como um lugar de passagem e, a noite, centenas de pessoas que, ao utilizar o Elevado, demonstram que a vida pulsa nessa região”, segundo o ator Rani Guerra.

então,
 
aos domingos!!! de 17 de novembro à 15 de dezembro
morador cansado do barulho e da poluição!!! transforma caos em  poesia !!!!
Foto: Sissy Eiko/divulgação
por Grupo Esparrama
Esparrama pela Janela

Diariamente o Minhocão é invadido pelo trânsito, poluição e barulho, porém à noite e aos domingos, quando é fechado, a população o utiliza como espaço de convivência, prática de esportes e lazer.
Agora os integrantes do Grupo Esparrama também resolveram dar a sua contribuição e querem fazer dos domingos no Minhocão uma boa opção de diversão com arte!
O público poderá assistir do Minhocão a uma apresentação que acontecerá de uma janela a cerca de cinco metros de distância, com palhaços, teatro de bonecos, manipulação direta, máscaras de comédia humana, música e claro, muito bom humor!!!

O espetáculo conta a história de um morador que está cansado de conviver com o barulho e poluição que entram diariamente por sua janela localizada em frente ao Minhocão.
Ele decide então transformar este caos em poesia e alegria e devolve-las para a cidade.


Esparrama pela Janela!
De 17 de novembro Até 15 de dezembro.
Todos os domingos, em três sessões: 10h30, 14h30 e 16:30h.
Onde: no Minhocão (entre as alças de acesso do Metrô Santa Cecília e a Rua Consolação)
É só subir no Elevado por uma das alças de acesso e observar as placas de sinalização que serão colocadas nos dias das apresentações!
Agora, e se chover?
Não venha, venha no próximo domingo!
Porém, sem chuva os espetáculos acontecerão e nós esperamos por vocês!!!

Acesse também a nossa página no facebook:
Página do evento:


>> ++ sobre o Grupo Esparrama em www.facebook.com/esparrama        

Minhocão na Virada Esportiva - Skate Run

Skate Run em São Paulo, no Elevado Costa e Silva, parte da programação da Virada Esportiva, 22/09/2013
'... a idéia do skate como opção de mobilidade...', e olha só, o vencedor da prova na categoria profissional, Rodrigo Steinbach, conhecido como "Rato", realizou o percurso de 8 KM em 20min 24s!!!


vencedor da prova Rodrigo Steinbach, o "Rato", 8km em 20min e 24s!!!









>>  mais informações no site  Skate Run 

o grafite no Minhocão, parada Pacaembu

av. General Olímpio da Silveira, 500 , parada de ônibus Pacaembu


>> nas pilastras do Minhocão    (post.10)   

pilastra na Av. Gal. Olímpio da Silveira com Viaduto Pacaembu. Foto: janeiro/2013























>> 'Elevado Maquiado'

3,20 É ROUBO!!! 3,00 É ROUBO!!!

TRANSPORTE PÚBLICO QUESTÃO PARA USUÁRIOS E NÃO USUÁRIOS.
É MOBILIDADE URBANA!!


>> conheça o Movimento Passe Livre São Paulo - por uma vida sem catracas

Centro Lapa , R$ 3,20 É ROUBO!!! Foto: 27/06/2013

Prefeitura de São Paulo, anúncio de medidas para o combate ao crack

São Paulo terá 30 unidades de saúde para atender dependentes químicos
Haddad anunciou um conjunto de medidas para o combate ao crack. Serão 30 Caps Ad III (atendimento 24 horas), 16 novos Consultórios de Rua e cinco ambulâncias especializadas

do Portal da Prefeitura da Cidade São Paulo, publicado em 26/04/2013

Convênio entre Prefeitura e Estado visa o combate às drogas.
Foto: Cesar Ogata / SECOM.
O prefeito Fernando Haddad anunciou nesta sexta-feira (26) a instalação de 30 Caps Ad III (Centros de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas) para o atendimento 24 horas de pacientes com dependência química. As novas unidades de saúde fazem parte de um conjunto de medidas para o combate ao crack, que incluem ainda 16 novos Consultórios de Rua e cinco ambulâncias especializadas. As ações foram anunciadas nesta manhã, em conjunto com o governador Geraldo Alckmin, em ato de assinatura de convênio com o Governo do Estado, no Palácio dos Bandeirantes, na Zona Sul.

“Hoje nós temos só cinco Caps funcionando 24h. Nós sabemos que a dependência química não tem hora, não se sabe quando o dependente vai precisar de apoio. Passaremos de 5 para 10 unidades este ano e de 10 para 30 até o fim de 2014”, afirmou Haddad. “Queremos acolher o dependente, recuperar a sua dignidade e dar mais conforto para as famílias na cidade de São Paulo”, disse o prefeito.

Os Caps Ad III ficam abertos ao público ininterruptamente e possuem leitos de acolhimento noturno. A prefeitura construirá 10 novas unidades e 20 Caps Ad II, que atendem atualmente apenas durante o dia, serão transformados em tipo III, totalizando 30 equipamentos. O atendimento é realizado por uma equipe multidisciplinar com psiquiatras, psicólogos, enfermeiros, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, auxiliares de enfermagem e farmacêuticos.

A administração municipal também investirá na capacitação dos profissionais de saúde para um melhor atendimento aos dependentes químicos. “A partir de segunda-feira, 12 mil profissionais da Secretaria Municipal de Saúde participarão de capacitação voltada para a questão de saúde mental”, afirmou Haddad. O treinamento terá início na próxima semana com 650 agentes comunitários de saúde.

Para ampliar a abordagem e acolhimento dos pacientes com dependência química em situação de rua, a Secretaria Municipal de Saúde também implantará novos Consultórios de Rua. “Chegamos a oito consultórios no mês de abril e vamos criar mais oito em maio. Estas 16 equipes de estratégia de saúde da família, de agentes comunitários, fazem a abordagem, em uma ação de atenção básica e de busca ativa”, explicou o secretário José Fillipi (Saúde).

O número de unidades de Acolhimento e Residência Terapêutica Especial também vai aumentar de 11 para 25. Estes equipamentos são voltados para pacientes no final de seu tratamento. Reforçam o sentimento de independência e recolocam o usuário no convívio social.

Parceria

 

Em parceria com o governo estadual, serão ainda disponibilizadas cinco ambulâncias do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu), especializadas no atendimento de pacientes com dependência química. As equipes serão capacitadas para a especialidade psiquiátrica e o custeio será dividido pela administração municipal e pelo Estado. “Cinco ambulâncias novas que recebemos do Governo Federal serão adaptadas para o Samu Ad. Em trinta dias vamos ter a primeira em funcionamento”, afirmou Fillipi.

Os investimentos anunciados serão feitos com o apoio da União, por meio do programa “Crack, é possível vencer”. O convênio com o Estado promove ainda a integração no fluxo de atendimento aos dependentes de crack, entre a rede municipal de Caps, a unidade estadual do Centro de Referência em Álcool, Tabaco e outras Drogas e 1004 leitos da rede estadual de saúde mental.


>> link para publicação original no Portal da Prefeitura da Cidade de SP